E como a matéria tem que se espiritualizar na exata proporção que o espírito tem que se materializar.

Projetistas fazem canais, arqueiros airam flechas, artífices modelam a madeira e o barro, o homem sábio modela-se a si mesmo. – Buda Gautama Sakyamuni

“Te Advirto, quem quer que sejas, Oh Tu que desejas sondar os Mistérios da Natureza. Como esperas encontrar outras excelências, se ignoras as excelências de tua própria casa? Em Ti está oculto o tesouro dos tesouros.

"Lembra-te que não é o que tu pensas que cria o que tu És. É o que tu És que criou o que tu pensas e que se afastou disso. Assim, portanto, a Vibração estava ligada à consciência mas do vosso ponto de vista: aquele da personalidade."

“Não acredite no que você ouviu;
Não acredite em tradições porque elas existem há muitas gerações;
Não acredite em algo porque é dito por muitos;
Não acredite meramente em afirmações escritas de sábios antigos;
Não acredite em conjecturas;
Não acredite em algo como verdade por força do hábito;
Não acredite meramente na autoridade de seus mestres e anciãos.
Somente após a observação e análise, e quando for de acordo com a razão
e condutivo para o bem e benefício de todos, somente então, aceite e viva para isso.”

Siddharta Gautama, o Buddha


Sim!...o tao sabe disso!
hipocrates sabia disso!
a homeopatia sabe disso!
não existe doenças e sim doentes!
uma pessoa so recebe um vírus...
quando o seu corpo ja esta pronto para recebe-lo!
ou seja,...
ja quebrou sua cadeia imunológica!
e assim é com qualquer patologia!
por isso!....
a unica cura verdadeira!...
é saber conservar o corpo dentro das leis que o regem!
Tomaz Aldano



“Nem mente, nem intelecto, nem ego, nem sentimento ..."
Só amor sabedoria.

Na verdade, é por focalizar-se mais e mais na luz que você atrai a escuridão e você terá que começar a lidar com ela num momento, pois ela é algo que torna você mais poderoso e mais
perigoso para as forças do mal.


20 de novembro de 2011


O AMOR ESTA A CHAMAR




Mensagem do Conselho da Luz canalizada por Rebecca Couch, 1 de novembro de 2011



Amado Conselho da Luz, porque é que me sinto tão ferida, tão desencorajada, derrotada e claramente saturada?


Porque você está! Porque é. Porque o velho já não funciona. É hora de um novo caminho e ele está a nascer, então tem que ser paciente. Tem que continuar a acreditar, mesmo na escuridão, que o amanhecer está a chegar. Esta é a essência da fé e de participar na criação do Mundo Novo… requer força, energia, perseverança, confiança, visão e convicção. Vocês têm isso, ou não teriam conseguido chegar até aqui! Então, exortem o cavalo, o camelo, o morcego, a formiga, o falcão e o leão para estarem convosco para vos ajudarem a passar por isto, pois eles exemplificam estas características por instinto quando vocês têm que ganhá-las de vocês mesmos uma vez e outra até que não duvidem de que elas foram sempre vossas.


Vão para o ventre da vossa emoção e entrem na explosão, pois lá existe poder. Usem-no para alimentar a vossa convicção de continuarem seguindo em frente e para transportarem a tocha do explorador para vos levar para novas terras. Sim, estão cansados, pois muito da maneira antiga já não funciona e é doloroso continuar a re-experimentá-la, uma vez e outra. Então, deixem-na cair. Entreguem a velha maneira com total confiança de que irá ser diferente. Deixem ir. Perdoem os erros do passado e permitam-se simplesmente ser. Sejam pacientes. Assistam. Permitam. Estas são dores de parto. Não lutem contra elas pois estão a chegar como ondas. Respirem simplesmente através das contrações. Rendam-se! A chave é a não resistência. Aceitem o que é e perdoem. Mãe/Pai perdoem-me, pois eu não sabia o que fazia. Libertem. Não é vosso para salvarem ou consertarem ou controlarem ou manipularem ou alterarem ou, ou, ou…


Assumam o controlo da vossa mente que pode estar preenchida com luz e não com a regurgitação da escuridão. Está vazia e cheia com luz. Isso é tudo. Assim, podem ao menos respirar e sentir a paz. Caso contrário, se olharem para os velhos recursos, apenas a preencherão com o caos de novo – então, isso é o que vão conseguir. Vão para o lugar da luz e da paz. Permitam que seja plana revestida por agora. Exalem. Libertem a ansiedade que é erguida a partir do velho modo de pensar. Fora com o velho programa. Apaguem.

E… que assim seja. Que assim seja, que assim seja – sim – que assim seja. Murmurem palavras de sabedoria, que assim seja.

Não há mais ansiedade. Não apertem mais os dentes. Não há mais desgaste e preocupação. Não mais pré-julgamentos. Não há mais discórdia. Não há mais resistência. Não há mais dúvidas. Não há mais dor. Xiuuuuuuu…

O Amor está a chamar. A Paz está à espera. A Calma é vossa.

Agora, o que era isso dos nós a que estavam amarrados?

Estamos apenas à distância de uma respiração

O Conselho da Luz Interior



© 2011 Rebecca Couch, Dean Noblett e Heart Light Living from the Heart www.heartlight.cawww.deannoblett.com/

Podem ser feitas cópias desta mensagem para fins não comerciais através da distribuição em todos os meios desde que o seu conteúdo permaneça intacto, sejam concedidos os devidos créditos autorais e o endereço electrónico incluído.

Fonte: www.spiritlibray.com

Tradução: Ana Belo – anatbelo@hotmail.com

enviado por anjo de luz

Em sintonia e fora de sintonia





E você sempre acha que alguma coisa está fora de sintonia. Isso também é natural, pois, quando duas pessoas se encontram, dois mundos diferentes também estão se encontrando.

Esperar que eles se encaixem perfeitamente é esperar demais, éesperar o impossível, e isso provocará frustração. Algo sempre estará fora de sintonia. Se vocês se entrosarem perfeitamente e nada ficar fora de sintonia, o relacionamento ficará estagnado.

No máximo, haverá alguns momentos em que tudo está em sintonia, raros momentos. Mesmo que esses momentos aconteçam, eles podem nem ser detectados, pois são tão raros e fugidios!

Mal chegam e já estão indo embora; não passam de um vislumbre. E esse vislumbre pode deixá-los mais frustrados, porque você começará a perceber que mais e mais coisas estão fora de sintonia.

É assim que tem que ser. Empenhe-se ao máximo para criar essa sintonia, mas esteja sempre preparado para o caso de ela não acontecer perfeitamente. E não se preocupe com isso, do contrário você ficará cada vez mais fora de sintonia.

O sentimento de estar em sintonia só ocorre quando você não está preocupada com isso. Ele acontece apenas quando você não está tenso em relação a isso, quando não tem expectativas - ele surge do nada. Trata-se de uma graça, de uma dádiva da existência, uma dádiva do amor.

O amor não é uma coisa que você possa fazer. Mas, fazendo outras coisas, o amor pode acontecer. Existem coisinhas que você pode fazer - sentarem-se juntos, olhar a lua, ouvir música - nada diretamente relacionado ao amor.

O amor é muito delicado, muito frágil. Se você olha para ele, fixa os olhos nele diretamente, ele desaparece. Só aparece quando você está distraído, fazendo outra coisa.

Você não pode atingi-lo diretamente, como com uma flecha. O amor não é um alvo. Ele é um fenômeno muito sutil. É muito tímido. Se você encará-lo de frente, ele se esconde. Se fizer alguma coisa diretamente, você o perde.


Osho, em "A Essência do Amor: Como Amar com Consciência e se Relacionar Sem Medo"







MUDANÇAS










MUDANÇAS
As mudanças planetárias sempre existiram. Mudanças de eras,a evolução dos mundos,as causas e os efeitos são leis naturais que se processam permanentemente,o simples movimento de uma folha promove mudanças. Dentro deste princípio, o homem no seu modo de ser,mudou de forma muito acelerada ,( mais do que o ritmo da natureza ) criando mudanças por sua própria responsabilidade, promovendo assim efeitos além da ordem natural da terra,que gera intrinsecamente mudanças no seu proprio ritmo. Quando aceleramos demais algo que não suporta tal aceleração,podemos quebrar este? assim é toda a natureza......


Aceleramos quase tudo por nossa propria responsabilidade, JESUS e tantos outros ao longo de toda a historia do planeta nos avisaram!,ensinaram,hoje ja sabemos de cor,so nos resta fazer ou aprendermos com a dor. Por tudo que aprendemos, DEUS, a CRIAÇÃO ,a ORDEM DO UNIVERSO, não precisa mudar nada LA FORA, tudo tem suas causas e seus efeitos........para completar vem vindo reorganizações lá de fora também!....mas,...só precisamos estar dentro da ordem da natureza interna para tudo da certo,absolutamente tudo!.....JESUS disse....só poderás ser um com o pai celestial quando fores um com a mãe natureza .....ou seja gozar com perfeição tudo o que nos foi dado. Então,( por tudo que nos foi passado) não temos que nos preocupar com nada lá fora,so aqui dentro,estando tudo inteiro aqui dentro,....estará tudo inteiro ao nosso lado e isto se expandira ,assim automaticamente estaremos fazendo a nossa parte,portanto teremos a nossa continuidade dentro da ordem, vivenciando toda a transição com amor.


tomaz aldano

18 de novembro de 2011


OMRAAM MIKHAEL AIVANHOV




"Se se ficar pelas aparências, poder-se-á dizer que os homens são sábios, ajuizados (ou quase!): eles aplicam certas regras, esforç am-se por respeitar as leis que regem a sociedade, pois sabem que , se as transgredirem, terão de se haver com a justiça. Mas o que fazem eles interiormente, com os seus pensamentos e os seus sentimentos , que escapam aos olhos do mundo exterior? Roubam, destroem, massacram , e depois não compreendem por que é que estão infelizes, fracos, doentes.

Se eles se dispusessem a parar um momento para se analisarem com boa-fé, seriam obrigados a reconhecer que, neste ou naquele momento, toleraram neles pensamentos e sentimentos muito negativos ; eles ignoravam que os pensamentos e os sentimentos também têm consequências, e por isso agora encontram-se num estado lastimoso. Eles sabem que, para as palavras e os actos repreensíveis, existem tribunais . Mas ignoram que também há tribunais para os maus pensamentos e os maus sentimentos, e que esses tribunais se encontram neles. Nada daquilo que o homem vive interiormente fica sem efeito. Ele que alimente pensamentos e sentimentos generosos, e também verá os resultados deles."


Omraam Mikhaël Aïvanhov: www.prosveta.com.

17 de novembro de 2011



AMIGOS DE KRISHNA



Amigos de Krishna

Dez Tecnologias Essenciais

da Administração Dotada de Poder


As tecnologias metafísicas enumeradas aqui são instrumentos simples, mas profundos que você pode querer incorporar no seu estilo administrativo.


Para obter maior benefício desses princípios, você pode meditar nessas dez tecnologias essenciais da Administração Dotada de Poder em seu regime diário.


Também, à medida que ler cada capítulo, você pode refletir nessas dez tecnologias essenciais como um modo de ampliar a sua compreensão.


Além do mais, o primeiro exercício na seção de "Mentalidades" no fim de cada capítulo refere-se a essas tecnologias como um lembrete.


1. Que importância tem? Para que? E daí?


Esta meditação é projetada para nos ajudar a realizar que muitas ilusões podem nos influenciar ou escravizar.


Leo Tolstoy uma vez escreveu sobre uma transição na sua vida quando ele começou a questionar tudo, apesar do seu grande êxito.


Seguindo o exemplo de Tolstoy , nesta meditação, se veja como possuindo uma grande abundância material como uma prosperidade exorbitante, fama mundial,vasto conhecimento ou beleza deslumbrante.


Considere cada uma dessas áreas por sua vez, e outras se desejar, realizando que isto não pode ser a meta última da vida.


Faça-se as perguntas, "Que importância tem?" "Para que?" "E daí?"


2. Não Sou Este Corpo


Esta reflexão nos ajuda a realizar que somos mais do que somente o corpo físico.


Por isso, não devemos reagir emocionalmente ou ser demasiadamente apegados aos estímulos materiais.

O exercício consiste em dizer atentamente: "tenho um corpo - mas não sou este corpo"; "tenho uma mente - mas não sou esta mente"; "tenho um emprego - mas não sou este emprego"; ou "tenho uma casa - mas não sou esta casa." Insira qualquer problema nesta meditação para se ajudar a se libertar de qualquer apego a fenômenos temporários.


3. O Ponto de Vista da Outra Pessoa


Esta prática nos ajuda a ficar mais sensível à percepção de uma outra pessoa naquela situação específica, particularmente durante os conflitos interpessoais.


Escolha um conflito que o esteja incomodando.


Escreva uma carta para você mesmo como se você fosse a parte contrária, tentando convencer-se do ponto de visão oposto.


Empregue esta técnica de escrever carta para qualquer conflito.


4. Vendo Deus em Todo Parte


Esta contemplação nos ajuda a nos doarmos mais aos outros e a receber mais amor das pessoas em geral.


Pratique ver todo mundo como uma energia de Deus.


5. Tudo Tem um Objetivo


Não há coincidências.


Como o universo está no controle das ações mais elevadas, cada encontro vem até nós por uma determinada razão.


Estamos sujeitos a uma lei espiritual semelhante a uma lei da Física: cada ação produz uma reação correspondente.


Por isso, podemos tentar descobrir a lição em cada ocorrência.


O exercício é converter eventos negativos em positivos e eventos positivos em outros ainda melhores.


Se aprendermos a partir de todos os eventos, então tudo que acontecer pode se tornar uma ocorrência positiva porque ficamos mais sábios.


6. Responsabilidade


O conhecimento de que somos controlados pelo Supremo e Suas hostes angelicais nos estimulará a viver mais honradamente a fim de sermos mais recompensados e não punidos.


O exercício é imaginar que estamos sempre sendo controlados pelos olhos onipresentes de Deus.


7. Chamada para o Amor


Esta prática nos ajuda a apreciar as muitas formas nas quais um grito de socorro pode chegar até nós, nos lembrando de um auto-exame constante para ver como estamos ajudamos os outros.


O exercício é ver todas as interações como uma oferta de amor ou uma chamada para o amor.1


8. Amor em Ação


Esta tecnologia nos ajuda a envolver todo mundo e tudo em nosso ambiente com um amor vibrante.


O exercício é nos ver como as personificações do amor em ação.


9. Perto da Morte


Imagine que o seu médico acaba de informar que você tem um caso sério de câncer ou AIDS, e que você irá morrer em três meses. Se este fosse o seu destino, como você viveria diferentemente cada um dos seus últimos dias?



Esta reflexão nos lembra de que nunca podemos estar seguros em relação a quanto tempo mais permaneceremos neste corpo material.

Portanto, não devemos procrastinar ou ter uma lista débil de prioridades.


As coisas essenciais - as coisas importantes - devem ser feitas agora!


10. Uma Segunda Oportunidade


Devemos viver cada dia na prontidão para partir se o nosso encontro com a morte chegar.

O exercício é imaginar que você está morrendo agora mesmo, e pode ver o que está deixando para trás e o efeito que a sua morte terá sobre os outros.


Quais são os seus últimos pensamentos?


Quais são os seus pesares?


Que coisas você deixou inacabadas?


Você deve fazer essas coisas hoje.


Extraído do livro “Leadership For An Age of Higher Consciousness” de autoria deBhakti Tirtha Swami (foto no topo)


 enviado por  Archidy Picado Filho

15 de novembro de 2011


RELIGAR-SE


"Muitas pessoas rejeitam a religião e a moral porque elas pregam a renúncia, o sacrifício, e eles não têm vontade nenhuma de renunciar e de se sacrificar! Mas porquê? Porque ainda não compreenderam bem o significado disso nem os benefícios que daí podem tirar.

A renúncia não é uma privação. Renunciar é somente deslocar-se, fazer num plano superior o que até aí se fazia num plano inferior. Por

exemplo: em vez de continuar a beber água dos pântanos, que está cheia de micróbios, simbolicamente falando, habituais-vos a beber água de uma fonte pura e cristalina.

Não beber é a morte. Aquele que diz: «Não beberei mais!» fica seco e morre. É a água dos esgotos que ele deve renunciar a beber, a fim de beber a água celeste."



Omraam Mikhaël Aïvanhov: www.prosveta.com.






O GRUPO ARCTURIANO






Mensagem de 13 de novembro de 2011
Canalização: Marilyn Raffaele




Queridos, nós sabemos que vocês esperavam que mais acontecesse no dia 11:11:11, e muitos de vocês estão desapontados.

Entretanto podemos lhes garantir que muito aconteceu.

A energia do novo e superior está agora mais facilmente acessível a todos e especialmente para aqueles que escolheram ser uma parte do mundo novo.

Muitos de vocês estão sentindo o impacto desta nova energia como um cansaço, um zunido, uma nova sensação do mundo ao seu redor.

O espírito nem sempre aparece dos modos normalmente esperados pela consciência tridimensional, mas aparece de modos que são silenciosos e gentis e ainda poderosos e permanentes.

Muitos que estão abertos e receptivos estão respondendo às novas energias através de experiências: uma sensação de elevação, inspiração nova e uma consciência mais profunda do amor universal.

Tentem não interpretar as atividades do espírito a partir de um conceito material do que vocês pensam que o espírito deveria ser ou parecer.

Muitos desses conceitos lhes foram dados pelos seus filmes e programas de TV e simplesmente são inverdades.

Na maioria, esses conceitos não passam de interpretações humanas da espiritualidade baseada no desconhecimento.

Deem permissão para tudo que está acabado ser liberado.

Seu trabalho como almas despertando é confiar na verdade, permitir que o processo se desenvolva e viver a partir do sentido mais alto do amor.

Vejam a centelha divina dentro de cada ser vivente independentemente de como a pessoa possa ver a si ou aos outros.

Desenvolvam meios de se lembrar disto enquanto vocês vivem seu dia.

É assim que vocês crescerão na verdade e evoluirão mais profundamente - por praticar e por escolher deixar ir hábitos antigos e superados baseados nos ensinamentos falsos.

Hábitos de julgamento e crítica fluem de uma crença na dualidade e separação.

Esses conceitos são mantidos na consciência universal enquanto as pessoas acreditarem neles, perpetuados por aqueles que se consideram "mestres" ou "líderes" espirituais e por aqueles que aceitam o que lhes foi ensinado por eles.

Por éons de tempo a humanidade é inundada por ensinamentos rígidos e protocolos para ser "santo".

Proclamam como "santas" algumas pessoas que praticaram esses conceitos e agora continuam a louvar e orar para elas.

Não há santos!

TODA vida é a manifestação de uma e única vida, a Divina.

Aqueles proclamados como santos podem ter avançado mais no caminho deles de realização (ou não), mas eles não são diferentes de vocês - simples assim.

Parem de entregar o seu poder, a sua identidade, a sua verdade.

É hora de pedir para vocês mesmos - VOCÊS MESMOS.

Tudo que vocês estão testemunhando no mundo externo é um reflexo da verdade, pois ela está criando raízes nas massas ao invés de em uns poucos.

A nova energia é como uma garoa de luz caindo sobre todos.

Alguns correm pegar o guarda-chuva para se protegerem, mas outros levantam os rostos e estendem os braços para receber tanta luz quanto puderem.

O que vocês escolhem fazer?

A escolha é sua, queridos.

A escolha sempre é sua e por causa disto, vocês devem parar de culpar tudo e todos os outros por suas escolhas - "Estou muito ocupado, eu tenho responsabilidades demais, estou tão cansado, é muito difícil".

Não, desculpas não são adequadas se vocês planejam evoluir para a nova energia, queridos.

Este é o clímax do por que vocês escolheram estar aqui na Terra nesta época poderosa.

Vocês voltariam para casa dizendo àqueles que os esperam que vocês estavam ocupados demais na Terra para fazer aquilo que vocês encarnaram para fazer?

A hora é agora, vocês são banhados com ajuda e bênçãos, mas a escolha é sua, querendo ou não aceitar isto.

Não há julgamento para aqueles que escolhem prolongar sua jornada, pois todos finalmente despertarão, mas a hora da sua escolha é agora, é isto que estamos dizendo.

Não esperem que seus irmãos no céu venham e salvem vocês como alguns estão fazendo.

Vocês estão sendo orientados e ajudados por eles, mas o trabalho deve ser seu e é a razão para vocês estarem aqui nesta época.

Comecem a pensar com o seu coração, a permitir que o centro do coração os oriente, enquanto permitem que a mente humana relaxe um pouco.

Vocês foram ensinados a confiar nas suas mentes para tudo, e no processo vocês perderam contato com o seu centro do coração que é a verdadeira fonte de orientação e intuição.

Confiem na energia que recebem do coração.

Vão para a natureza e permitam-se experienciar o coração: sentir a energia dentro da vida de tudo ao seu redor.

Gentilmente acalmem a mente e permitam-se permanecer na ressonância do seu centro do coração.

Deixem esta consciência orientá-los através de cada dia, com a assistência da mente e não a mente sendo a única a tomar decisões, como tem sido.

Nós dizemos a todos que estão lendo isto que vocês estão fazendo um bom trabalho.

Tentem não se desgastar em seu progresso espiritual com ferramentas para isto e ferramentas para aquilo.

A maioria dos livros e cursos neste momento trata sobre como chegar onde vocês já estão e são inúteis para aqueles que evoluíram além da mensagem deles.

Muitos, não entendendo isto, ficam voltando a eles, trabalhando com ritos e rituais obsoletos que não são mais necessários.

Deixem sua intuição guiá-los para um livro ou um curso, mas não deixem que suas decisões se baseiem no que é popular, ou naquilo que alguém insiste que vocês "precisam".

Vocês estão se graduando e têm tudo que precisam para fazer essas escolhas vocês mesmos.

O único ritual necessário agora é esse de se interiorizar, ouvir ao coração e então total e completamente aceitar que vocês são a manifestação da Fonte descobrindo o que isso significa.

Que jogo maravilhoso vocês criaram para si mesmos.

Nós estamos sempre em amor, o Grupo Arcturiano.


Fonte: http://lightworkers.org/channeling/
Tradução: SINTESE
http://blogsintese.blogspot.com/









"Qualquer meditação que leve você a aprofundar a concentração está errada, ela não resultará em compaixão. Você se tornará mais fechado, ao invés de se tornar aberto. Se você reduzir sua consciência e concentrar-se em alguma coisa, e se você excluir a Existência como um todo e tornar-se direcionado a um ponto, isso criará mais tensão em você. Daí a palavra atenção que quer dizer ‘a-tensão’. O próprio som da palavra concentração lhe dá uma sensação de retesamento. (...)
Um Buda não é um homem de concentração; ele é um homem de consciência. Ele não ficou tentando reduzir sua consciência; ao contrário ele ficou tentando abandonar todas as barreiras de modo que ele se tornasse totalmente disponível à Existência. Observe, a Existência é simultânea.

Eu estou falando aqui e o tráfego de barulhos é simultâneo. O trem, os pássaros, o sopro do vento nas árvores... Neste momento, a Existência como um todo é convergente. Você está me ouvindo, eu estou falando para você e milhões de coisas estão acontecendo. Isto é tremendamente rico. (...)
Assim, deixe-me dizer-lhe algumas coisas básicas. Primeiro, meditação não é concentração, e sim relaxamento. A pessoa simplesmente relaxa em si mesma. Quanto mais você relaxar, mais você se sentirá aberto, vulnerável e menos rígido. Você estará mais flexível e, de repente, a Existência começará a penetrar em você. Você não será mais como uma rocha; você terá aberturas. Relaxamento significa permitir-se entrar num estado em que você não está fazendo coisa alguma, porque se você fizer alguma coisa a tensão estará presente. O relaxamento é um estado de não-fazer. Você simplesmente relaxa e curte a sensação do relaxamento.

Relaxe. Simplesmente feche os seus olhos e escute tudo o que está acontecendo ao seu redor. Ao perceber algo, não considere aquilo como sendo uma distração. No momento em que você perceber aquilo como sendo uma distração, você estará negando Deus. Neste momento Deus chegou a você como um pássaro. Não negue. Ele bateu à sua porta como um pássaro. No momento seguinte ele chega como um cão latindo, ou uma criança chorando, ou como um homem louco rindo. Não negue; não rejeite. Aceite, porque se você negar, você se tornará tenso.

Toda negação cria tensão. Aceite. Se você quer relaxar, a aceitação é o caminho. Aceite tudo o que estiver acontecendo ao seu redor; permita que isto se torne um todo orgânico. E é. Você pode saber disto ou não. Tudo está inter-relacionado. Estes pássaros, estas árvores, este céu, este Sol, esta Terra, você, eu – tudo está relacionado. Tudo é uma unidade orgânica. Se o Sol desaparecer, as árvores desaparecerão; se as árvores desaparecerem, os pássaros desaparecerão; se os pássaros e as árvores desaparecerem, você não poderá estar aqui, você desaparecerá. Isto é uma ecologia. Tudo está profundamente relacionado com tudo mais. (...)

Se você relaxa, você aceita; a aceitação da Existência é a única maneira de relaxar. Se uma pequena coisa perturba você, é a sua atitude que o está perturbando. Sente-se silenciosamente, escute tudo o que está acontecendo ao seu redor e relaxe. Aceite, relaxe e, de repente, você perceberá uma imensa energia subindo dentro de você. Esta energia será percebida inicialmente como um aprofundamento de sua respiração. Normalmente a sua respiração é muito superficial e, algumas vezes, se você tenta respirar mais profundamente, se você começa a fazer pranayam, você começa a forçar alguma coisa, você faz um esforço. Tal esforço não é necessário. Simplesmente aceite a vida, relaxe e de repente você verá que a sua respiração está indo mais fundo do que o usual. Relaxe mais e a respiração irá mais fundo em você. Ela se torna lenta, ritmada e você pode quase saboreá-la; ela traz um certo prazer. Você tomará consciência, então, de que a respiração é a ponte entre você e o Todo. Simplesmente observe. Não faça coisa alguma.

E quando eu digo observe, não tente observar; senão você vai ficar tenso de novo e vai começar concentrando na respiração. Simplesmente relaxe; permaneça relaxado e solto. E olhe, pois o que mais você pode fazer? Você está ali, nada há para ser feito, tudo foi aceito, nada há para ser negado ou rejeitado, nenhuma luta, nenhuma briga, nenhum conflito e a respiração continua aprofundando...O que você pode fazer? Você simplesmente observa. Lembre-se: simplesmente observa."

OSHO

14 de novembro de 2011





O ego quer afirmação. A alma, leveza!




A afirmação do ego ou a leveza da alma? Independentemente de nossa vontade, o conflito se estabelece entre o ego e a alma. Essa crise silenciosa revela que o ser inteligente busca, inconscientemente, algo que faça sentido à sua existência física.

Nesse sentido, por mais primitivo que seja o ego, a alma pressiona-o para que ele ceda espaço à sua manifestação. E nessa forma de disputa, ocorrem as crises, à medida que o ego tenta impor a sua necessidade de afirmação e domínio...

No mundo moderno, a busca pela afirmação pessoal e profissional em um cenário competitivo, faz com que o homem urbano seja agressivo em relação aos seus objetivos, onde valores ético-morais, muitas vezes, não são considerados no contexto social.

Quando abdicamos de valores essenciais ao nosso crescimento, em detrimento de valores que estimulam a competitividade e a violência implícita, abrimos uma porta para que o desequilíbrio psíquico-espiritual estabeleça-se em nossas vidas.

Na situação inversa, quando em benefício de valores que transcendem a realidade física, negligenciamos valores necessários ao crescimento pessoal e profissional, também perdemos o foco do equilíbrio vital, pois somos seres reencarnados com responsabilidades ligadas ao eu e ao ao outro quando nos reencontramos para nova oportunidade no aprendizado do amor.

Portanto, a disputa interna entre o ego que busca reconhecimento social, afirmação e apego, e a alma, que deseja leveza e desapego material, é uma realidade que ocorre no âmbito de nossa natureza interdimensional.

O desequilíbrio destas potencialidades que são inerentes ao ser humano, leva o indivíduo a sair do foco de seu objetivo vital, que é encontrar o difícil equilíbrio entre o apego do ego e o desapego da alma.

No entanto, essa indecisão, geradora de angústia existencial, torna-se um mecanismo psíquicamente saudável quando percebemos que o momento vital exige uma gradual mudança de atitudes diante da vida, o que pode vir em forma de questionamento a si mesmo, como por exemplo: "Afinal, o que desejo para mim e para o outro nessa jornada de encontros, reencontros e desencontros?"

Quando abrimos a mente -e o coração- a novos aprendizados, liberamos a energia do amor que encontrava-se bloqueada devido ao conflito entre o ego e a alma. Nessa relação, ao apurarmos a percepção da necessidade de transformar a si mesmo, surge o estímulo que emana da Luz como instrumento de reforma interior.

O processo de transformação íntima leva-nos ao discernimento, que leva-nos à lucidez e ao autoconhecimento. Base para entendermos as mazelas do ego em conflito com a alma e superarmos a fase de angústia existencial com um melhor nível de compreensão de si mesmo, do outro e do mundo que nos rodeia.

Sábio é o indivíduo que aprendeu com as crises existenciais, a ser menos arrogante, intolerante e agressivo na relação com a vida. Sábio é o sujeito que trilha o caminho do meio que leva-o ao equilíbrio de forças entre o crescimento pessoal e o crescimento espiritual.

Afirmar o ego não significa passar por cima de tudo e de todos como se fossemos o centro do universo. Assim como desenvolver valores que elevam o espírito, não significa abrirmos mão da busca por melhores condições de conforto material para si e para a família.

Na vitrine universal, somos a síntese de nossas próprias obras edificadas nas muitas vidas do espírito imortal. Obras que na sua maioria carecem de recomeço, continuidade ou acabamento, pois, geralmente, não concluímos o que começamos, ou não iniciamos o que planejamos para a jornada vital.

Cíclicamente, a oportunidade ressurge no sentido de iniciarmos nova obra ou darmos andamento ao que ficou do passado. Esse exercício de sintonia interdimensional que contempla valores materiais e valores espirituais em simbiose com o significado da vida, é o que necessitamos para garantir em harmonia vital, a afirmação do ego e a leveza da alma.



Fonte- www.stum


O ego quer afirmação. A alma, leveza! 


   


A afirmação do ego ou a leveza da alma? Independentemente de nossa vontade, o conflito se estabelece entre o ego e a alma. Essa crise silenciosa revela que o ser inteligente busca, inconscientemente, algo que faça sentido à sua existência física.

Nesse sentido, por mais primitivo que seja o ego, a alma pressiona-o para que ele ceda espaço à sua manifestação. E nessa forma de disputa, ocorrem as crises, à medida que o ego tenta impor a sua necessidade de afirmação e domínio...

No mundo moderno, a busca pela afirmação pessoal e profissional em um cenário competitivo, faz com que o homem urbano seja agressivo em relação aos seus objetivos, onde valores ético-morais, muitas vezes, não são considerados no contexto social.

Quando abdicamos de valores essenciais ao nosso crescimento, em detrimento de valores que estimulam a competitividade e a violência implícita, abrimos uma porta para que o desequilíbrio psíquico-espiritual estabeleça-se em nossas vidas.

Na situação inversa, quando em benefício de valores que transcendem a realidade física, negligenciamos valores necessários ao crescimento pessoal e profissional, também perdemos o foco do equilíbrio vital, pois somos seres reencarnados com responsabilidades ligadas ao eu e ao ao outro quando nos reencontramos para nova oportunidade no aprendizado do amor.

Portanto, a disputa interna entre o ego que busca reconhecimento social, afirmação e apego, e a alma, que deseja leveza e desapego material, é uma realidade que ocorre no âmbito de nossa natureza interdimensional.

O desequilíbrio destas potencialidades que são inerentes ao ser humano, leva o indivíduo a sair do foco de seu objetivo vital, que é encontrar o difícil equilíbrio entre o apego do ego e o desapego da alma.

No entanto, essa indecisão, geradora de angústia existencial, torna-se um mecanismo psíquicamente saudável quando percebemos que o momento vital exige uma gradual mudança de atitudes diante da vida, o que pode vir em forma de questionamento a si mesmo, como por exemplo: "Afinal, o que desejo para mim e para o outro nessa jornada de encontros, reencontros e desencontros?"

Quando abrimos a mente -e o coração- a novos aprendizados, liberamos a energia do amor que encontrava-se bloqueada devido ao conflito entre o ego e a alma. Nessa relação, ao apurarmos a percepção da necessidade de transformar a si mesmo, surge o estímulo que emana da Luz como instrumento de reforma interior.

O processo de transformação íntima leva-nos ao discernimento, que leva-nos à lucidez e ao autoconhecimento. Base para entendermos as mazelas do ego em conflito com a alma e superarmos a fase de angústia existencial com um melhor nível de compreensão de si mesmo, do outro e do mundo que nos rodeia.

Sábio é o indivíduo que aprendeu com as crises existenciais, a ser menos arrogante, intolerante e agressivo na relação com a vida. Sábio é o sujeito que trilha o caminho do meio que leva-o ao equilíbrio de forças entre o crescimento pessoal e o crescimento espiritual.
Afirmar o ego não significa passar por cima de tudo e de todos como se fossemos o centro do universo. Assim como desenvolver valores que elevam o espírito, não significa abrirmos mão da busca por melhores condições de conforto material para si e para a família.

Na vitrine universal, somos a síntese de nossas próprias obras edificadas nas muitas vidas do espírito imortal. Obras que na sua maioria carecem de recomeço, continuidade ou acabamento, pois, geralmente, não concluímos o que começamos, ou não iniciamos o que planejamos para a jornada vital.

Cíclicamente, a oportunidade ressurge no sentido de iniciarmos nova obra ou darmos andamento ao que ficou do passado. Esse exercício de sintonia interdimensional que contempla valores materiais e valores espirituais em simbiose com o significado da vida, é o que necessitamos para garantir em harmonia vital, a afirmação do ego e a leveza da alma.

Fonte- www.stum

13 de novembro de 2011

ARCANJO MIGUEL






Arcanjo Miguel regente 2012



FALA MIGUEL, aqui sempre aqui.


Que a PAZ PERMANEÇA VIVA DENTRO E FORA DE SEU CORAÇÃO. Não existe empecilho maior, que impeça a PAZ, do que a prepotência nos atos de um ser.
2012 será, com certeza, um ANO a mais no calendário desse planeta tão amado por todos os Seres de Luz.

Ó amados filhos da Luz, voltai toda a vossa atenção para o verdadeiro significado da palavra AMOR. É através do AMOR que a humanidade vai superar todos os ciclos normais do seu, natural, processo evolucionário. Nenhum obstáculo será maior do que a falta de consciência desse significado. Por vezes falamos sobre a importância de transformar seus sentimentos. Transformem-se! É dentro de VOCÊS! - Que a MAIOR DE TODAS AS TRANSFORMAÇÕES ACONTECE/ACONTECERÁ.

O aspecto mais importante não é buscar fórmulas estratosféricas para, dentro de um microcosmos, encontrarem-se soluções macrocósmicas. Isso não existe. Na simplicidade de um SER TOTALMENTE PURO, está a grande dádiva divina. Linhas e traçados surgem e vocês não alinhavam seus pertences, salvando-os de sua rigidez e prepotência. Sejam mais humildes e tolerantes consigo mesmos.

As frequencias, todas elas, estão sim, sendo alteradas para que a humanidade possa alinhar-se em outro padrão vibracional. Vocês, ainda, não tem condições de entender isso; ninguém – nesse planeta pode e deve saber sobre isso agora. Muitos segredos ‘simples’ estão emergindo de suas mentes para serem perfeitamente compreendidos e assimilados e, validados a cada respiração consciente, de que cada ser vivo realiza seu papel sobre esse planeta.

Nada pode mudar o curso do puro bem maior para todos. Mas as suas ações, sim. Ações responsáveis em pensamento e atitudes significam uma frequência de luz que se potencializa de acordo com a necessidade individual e coletiva.
Somos todos SERES DE LUZ E HARMONIA. E, assim, desejamos ver e conviver com os nossos amados seres em transformação nesse mesmo sistema de consciência.
Abram suas mentes e deixe-nos fluir por e através de vocês. Sejam pacientes com seus sentimentos, reflitam sobre eles, e os desvincule das regras e diretrizes básicas lidas em livros ou proferidas em público. Sejam mais confiantes e abertos a tudo que vos chega através desse canal de puro amor e responsabilidade.

Estamos aqui e sempre estaremos. Portanto, não fiquem preocupados com ondas supostamente criadas pela sua intenção em destruir o seu mundo – o mundo que não é aquele que vocês querem. Isso não é possível. Fiquem apenas conscientes de que as transformações já acontecem há alguns tantos ciclos que são conhecidos como ano celestial. O Céu com que vocês sonham está abaixo dos seus pés; acima das suas cabeças está o Ser Maior – seu Deus Pai/Mãe. Ele é o seu céu AGORA. Independentemente das suas ações impensadas, revoltas e criticas ELE ai permanece.

NOSSA ‘SUGESTÃO’ PARA O PRÓXIMO CICLO É: MANTENHAM-SE ALINHADOS COM A FONTE DE AMOR ABSOLUTO.
Não basta, porém, que se dediquem horas a fio em meditação e outros recursos traduzidos por outros seres. O que enfatizamos é claro e absolutamente viável a qualquer ser humano: MANTENHAM-SE ATENTOS À EXISTÊNCIA DO ‘EU SUPERIOR’ – Seu Deus Pai e Mãe, confiável – amoroso e possuidor das informações e experiências que lhes dizem respeito. Nada pode alterar isso.
Se as suas frequências estiverem alinhadas nessa conscientização, em pouquíssimo tempo suas vidas tomarão um rumo inimaginável dentro dos seus próprios conceitos de realização.

Vocês ainda são limitados pelos conceitos terrestres de crescimento e pela preocupação de estar em outro lugar, e não aqui, a cada momento. Sejam francos consigo mesmos e não desperdicem seus pensamentos e energia especulando situações além da sua própria condição humana. Saibam que, agindo assim, estarão dissipando o que lhes é mais importante: SUA ENERGIA VITAL.

Ponderem seus recursos e sejam mais claros e objetivos. Comecem pela auto-análise de seu comportamento interior (pensamentos e sentimentos), em seguida transfiram essa mesma atenção para aquilo que vocês colocam aos outros e vejam o que estão fazendo. Ação gera reação. O que vocês querem gerar em 2012? Criem/recriem o melhor de si mesmos.

Eu Miguel, falei e continuarei falando para aqueles que estiverem dispostos e disponíveis a OURVIR A VOZ DE SEUS CORAÇÕES.

2012 e todos os anos que virão estarão sob a guarda e proteção dos Anjos do Criador.
Sejam vocês a mais pura manifestação Dele e honrem-se a cada instante de sua existência. Ponderem e considerem suas ações e TRANFORMEM-SE! AJAM! VIVAM E SEJAM GRATOS.

FELIZ RENASCER CONSTANTE.

ANO 2012: SABEDORIA é palavra-chave em todas as eras, e não será diferente em 2012.

MANTRA PARA 2012: MEU TEMPO É AGORA, EU REALIZO MEUS SONHOS E DESEJOS.



www.consolacaomonducci.com.br

GUERREIROS DA LUZ




"Quando vos sentirdes angustiados, atormentados, ligai-vos ao Céu, orai, pois essas angústias, esses tormentos, são manifestações de entidades malfazejas que querem prejudicar-vos. Mas, a partir do instante em que vos ligais ao Céu, elas dizem: «Este ser utiliza a arma mais temível que nós conhecemos», e têm medo, tratam de fugir. Quando um homem ora sinceramente, utiliza as armas da luz e, pouco depois, aproxima-se uma hoste invisível: ouve-se o frémito das asas angélicas e a debandada das entidades tenebrosas que se apressam a desaparecer, pois sabem que serão queimadas, pulverizadas.

Os espíritos do mal só temem uma coisa: a luz. Por isso, em cada momento difícil, perigoso, deveis ligar-vos imediatamente ao Criador e aumentar a luz em vós. Então, todos os seres inferiores que vos ameaçam serão neutralizados, paralisados ou banidos."



Omraam Mikhaël Aïvanhov: www.prosveta.com.


GUERREIROS DA LUZ

10 de novembro de 2011


SÓ VOCÊ CRIA SEU UNIVERSO
-  Jani King -



Vejam, se prestarem atenção, vocês podem compreender como é que criam a sua própria realidade. Como re-criam as mesmas histórias. Como sabotam a sua própria vida.


Como fazem escolhas baseadas em uma crença errônea de que não são dignos, que não são merecedores, que não têm valor.


O modo como criam a sua realidade é através de suas crenças sobre quem vocês são e sobre a realidade. Isto é o que cria a sua realidade percebida. Vocês podem dizer que os seus pensamentos, idéias e crenças são como a casa em que vivem e que tudo ocorre dentro desta estrutura de idéias, de crenças e de pensamentos.


Sua estrutura, tanto a material como a não física, é criada da energia e a energia é consciência. Assim vocês são um corpo de consciência. Esta energia de que vocês são compostos é eletromagnética, em natureza. Vocês são realmente grandes magnetos, grandes ímãs.

Agora, o universo lhes dá 100% de apoio, poderosos como são, assim seja o que for que acreditem, acontecerá. Isto é o que vocês percebem como realidade.


Não se trata de realidade no sentido mais amplo, compreendam, mas o que percebem é a sua realidade. Quando mudarem a percepção, mudarão também a sua realidade. É assim que funciona.


O outro componente muito poderoso para criar a sua realidade é a emoção (e-moção/e-motion), energia em movimento. Vocês podem dizer que a emoção se liga às idéias, aos pensamentos e crenças, e o universo o supre. Semelhante atrai semelhante de todos os sentidos, não somente as manifestações físicas em sua vida, mas também as suas experiências emocionais.

A maior parte de vocês vem de um espaço de carência em suas vidas. Nunca há o suficiente, seja o amor ou o dinheiro, um novo emprego, mais diversão, uma nova casa.


Quando não o conseguem, não considerando as suas idéias e crenças sobre quem vocês são e o que merecem, vocês estão focados no que não têm (ISSO É CARÊNCIA) e isto é o que criam. Esta é a freqüência de sua criação. Semelhante atrai semelhante. Isto faz sentido para vocês?

O Fator Emocional

Voltemos ao fator emocional aqui, porque é a força motriz de sua vida. A maior parte de suas crenças sobre a realidade é tão parte de vocês que nem mesmo compreendem que elas são crenças. Vocês acham que tudo isto é realidade.


Todos vocês acreditam que o sol surgirá amanhã e ele surge. Vocês sabem que coletivamente criam os padrões do tempo, é assim que são poderosos. Percebam, a consciência está absolutamente ligada
a uma consciência coletiva. É uma ressonância morfogenética que liga semelhante a semelhante. Quando vocês nascem, o fazem em uma família e esta família tem a sua própria consciência, a sua própria mitologia, as suas próprias histórias, a sua própria maneira. É uma pequena bola de consciência. Sobre esta bola de consciência está a consciência de sua cidade ou município, de seus grupos dentro desta cidade, da religião, de associações esportivas, de negócios. Cada grupo tem a sua própria cúpula de consciência, ligada as suas próprias crenças sobre a realidade. Então, vocês têm um grupo maior de consciência, chamado de seu país, e sobre o seu país, está a consciência chamada de sua raça e sobre a raça, vocês têm a cúpula completa de consciência, chamada de “consciência humana”. E tudo isto, tudo isto, está absolutamente interligado.

Ame a sua criança interior que é essencialmente LUZ

Houve uma vez em seu mundo, com esta consciência interligada, as pessoas pensavam que o mundo era plano. Ninguém pensava muito nesta crença.


Era simplesmente a realidade. Então alguém apareceu com a idéia ultrajante de que o mundo era redondo, e vocês sabem, quanto mais e mais pessoas passaram a acreditar, esta consciência alcançou uma massa crítica, e, então, o mundo inteiro “soube” que o mundo era redondo.


Quando a consciência cresce e se expande exponencialmente, ela alcança uma massa crítica e então todos são afetados sem mesmo estarem, sob qualquer condição, conscientes de que assim é.

É a partir deste Agora (o momento presente) que vocês criarão qualquer futuro que desejarem. Assim, enquanto observam o seu mundo e o que criam, e se vocês perguntassem:


“Se eu não acreditasse que isto seria assim, como seria então?”


Se o criarem de qualquer modo, vocês poderiam também criá-lo conscientemente, e poderiam também criar amor e abundância, saúde e vigor, e muita alegria. Isto parece uma boa idéia?


Bem, nós concordamos e desejamos que vocês saibam que são dignos de toda a magnificência, simplesmente porque existem.


Vocês são em cada Agora, uma expressão perfeita e eterna de Deus/Deusa, Tudo O Que É. Esta é a verdade. E esta pode ser a sua verdade, se o desejarem.

Tudo O Que É é Amor

Vocês sabem, outra palavra para Deus/Deusa, Tudo O Que É é Amor. Nós não estamos falando aqui de algo romântico, de uma idéia efêmera.


Nós estamos falando de um poder tão imenso que é a estrutura dos múltiplos universos. O amor é o que dá vida à estrutura atômica dos seus corpos e os mantém coesos. O amor está em tudo o que vocês percebem. Não pode haver existência sem amor.


O amor é o prana [(ou Éter, invisível para os sentidos humanos) o Dodecaedro, símbolo da substância básica do Universo da qual todos os demais elementos materiais derivam ], as moléculas de energia que vocês trocam a cada inspiração e cada expiração.

O amor é a sua verdade. O amor é do que vocês consistem. Tudo o que não é amor, é uma ilusão, uma concepção errônea criada pela crença errônea de que vocês não são dignos, criada porque vocês se esqueceram de que são deuses e deusas, participando do jogo chamado “vida humana agora”. O amor é o seu poder. Quando dizemos iluminação é o resultado natural de amar cada faceta de vocês absolutamente (inclusive ser capaz de confrontar a sua própria sombra). O primeiro passo é assumir a responsabilidade pela sua própria criação, chamada de realidade.


A partir deste espaço de assumir a responsabilidade, vocês estão em seu espaço de poder, de escolha:


“Eu escolho o Amor”.


Vejam, todos vocês vivem no medo. O medo é a polaridade do amor, e o medo é tudo, cada resposta emocional, cada reação emocional, que não seja amor. Não importa qual nome lhe dêem.


Vocês podem chamá-lo de frustração, stress, raiva, ciúme, possessividade, ganância, abuso, cobiça. Tudo isto, tudo isto que não seja o amor, é simplesmente uma manifestação do medo.

Agora, o que acontece quando vocês estão neste espaço de medo? Vocês tentam superá-lo, afastá-lo, dominá-lo, fugir dele, colocá-lo atrás de vocês, escondê-lo sob o tapete. Foi-lhes ensinado a fazer desta forma, a serem fortes e superarem tudo.


Isto tudo é parte da programação, entretanto, não funciona. Nada disto funciona. Observem o seu mundo. Não é exatamente um parque de amor, não é? Assim, é aprender como escolher o amor. Tudo isto se trata de transformar a sua vida, escolher o amor, saber como escolher o amor.

Vocês não podem transformar o que não possuem.

Aquelas facetas suas que consideram como inaceitáveis e que julgam negativamente, todas aquelas coisas escondidas, é o que dirige a sua vida.


Quando vocês as reconhecerem, têm somente que aceitá-las para criar a transformação. É muito simples.


A transformação é muito simples, mas se trata de ter as ferramentas, as receitas. Como vocês amam do que têm se escondido? É aprender a ser o seu próprio detetive.


Isto não é tão difícil se cada vez que vocês se encontrarem em um julgamento negativo em relação a algo exterior a vocês, puderem dizer: “Ah, há algo aqui para observar.” Como é isto?


Bem, cada um de vocês é o sol central do seu próprio universo.
Não há nada fora de vocês, além de um espelho refletindo de volta para lhes mostrar quem vocês são e onde estão em qualquer momento do Agora.

Não é para dizer:

“Bem, eu vi um homem batendo em seu cão e eu sei que deve haver um reflexo aqui, mas eu nunca, nunca bati em meu cachorro.” Não funciona assim.


O reflexo se trata da reação emocional. Qualquer resposta, qualquer reação de emoção que não seja amor, é uma resposta com base no medo.



Assim, quando vocês vêem o abuso e estão explodindo de raiva, qual é o medo aqui? Quando vocês se diminuem, é o medo da impotência. Vocês se identificam com a pequena criatura abusada, porque cada um de vocês conhece o abuso. Nós não estamos falando mesmo de bater, mas todos conhecem o abuso a algum nível.


E assim quando vêem algo indefeso e impotente sendo ferido, vocês entram imediatamente nesta reação.


Agora, esta reação de raiva não é a reação de um ser adulto, racional. É a reação da criança ferida, a criança que foi solidificada dentro do seu peito no período que vocês tinham seis anos de idade.


O nome deste pequeno que vive dentro do seu peito é medo. Toda a sua vida, vocês fugiram, invalidaram e tentaram superar o medo, porque lhes foi ensinado que é assim que devem lidar com ele.


Se segurarem este pequeno em seus braços até que sintam o afeto se espalhar em seu corpo, algo mágico ocorre.


Vocês criaram um milagre da transformação, porque estão centrados, os seus centros de energia (Chakras) estão abertos e agora preparados para fazer a próxima escolha maravilhosamente criativa.

Sistema de Chakras do corpo humano

A transformação não tem a ver com o seu intelecto. Se pudessem se transformar pelo seu intelecto, o seu mundo seria um lugar muito diferente. O intelecto não pode, não pode fazê-lo.


O intelecto foi designado para ser o servo do coração, para executar aquilo que for a alegria do coração.


O caminho para a transformação é através da aceitação, amar absolutamente este menininho ou menininha que vive dentro do peito de cada um de vocês, que deseja somente o amor absoluto e incondicional.

É também lidar com o coração partido. É o coração partido que causa a doença. Seus corpos foram projetados para durar centenas de anos. Em outras civilizações além deste mundo, eles duram, realmente, centenas de anos.


Seus corpos não se desgastam. Quando vocês não lidam com os seus problemas emocionais, com os seus corações quebrados e com o medo em que vivem, então esta energia e-moção, energia em movimento, não fica alinhada.


Ela está bloqueada pelo julgamento negativo de quem vocês são e não é capaz de se mover através de seu corpo e ficar armazenada em sua estrutura celular. Isto é o corpo dizendo:


“Pare. Há algo aqui com que lidar”. Quando não o fazem, isto aumenta mais, mais e mais, até que o seu corpo desiste por completo e vocês continuam na próxima aventura.

Naturalmente a própria morte é somente uma ilusão. Vocês viveram milhares de existências no que chamam de vidas passadas e vidas futuras, todas elas ocorrendo simultaneamente, porque fora deste continuum tempo-espaço, não há, não existe o tempo. Vocês são tão intensamente multidimensionais que existem em cada dimensão ou reino até o que podem denominar como reino angélico, o vazio da própria Criação.

Vocês nunca fizeram a escolha errada Se quiserem guias e anjos, olhem para dentro de si mesmos. Vocês estão absoluta e totalmente conectados ao seu ser angélico, ao seu ser de luz. Vocês não estão separados. Vocês têm o poder, têm o conhecimento, são seres espirituais poderosos, eternos. Vocês.


E o seu poder, o seu poder, é o amor. Tudo isto se refere, realmente, a ser capaz de escolher ter mais amor, mais alegria, mais diversão, mais risos, mais admiração, mais beleza, mais harmonia, mais paz, mais tranqüilidade em sua vida diária.


Isto e cada faceta amorosa de vocês, absolutamente, é ao que se refere a iluminação. Nada disto tem a ver em ser bom. Trata-se de ser a verdade de vocês. Não há ninguém para julgá-los. Vocês são deuses e deusas participando deste jogo. Não há nenhum Deus sentado em uma nuvem lá em cima, com um pequeno livro, dizendo: “Oh, oh, muito mal. Escolha errada.”

Vocês nunca fizeram a escolha errada e nunca tomaram uma decisão errada, nunca. Vocês fizeram algumas escolhas da energia de Deus/Deusa de vocês, e fizeram algumas escolhas do pequeno ser muito assustado que vive dentro do seu peito, que não sabe que vocês são , verdadeiramente, entidades espirituais poderosas, magníficas e maravilhosas.

O Anahata, o chakra cardíaco, a sede da ALMA (o ser REAL) no corpo humano, alojada dentro de uma das SETE CÂMARAS existentes dentro do coração humano É isto o que vocês são, meus amados. Todo o conhecimento está dentro de vocês. Vocês não estão separados do que chamam Deus/Deusa, Tudo O Que É. Não estão separados daquilo que é o seu ser de luz, da energia de sua alma. Esta energia da alma é semelhante a uma grande escada ou filamento de ouro que existe através da eternidade.

São vocês, vocês são únicos.


Vocês são realmente um tom, uma freqüência vibracional com som, cor, único, reconhecido nos múltiplos universos, cada um é a jóia mais bela na coroa da divindade.

É maravilhoso, realmente, não é?

Namastê.

Comandante P”taah, das Pleiades

  atraves de Jani King -
Direitos Autorais
Jani King
PO Box 1251
Joshua Tree, CA 92252
760-366-0375 - 888-803-1777
Fax 760-366-0385
Fontes:
http://www.ptaah.com/Welcome09Aug.html
http://hankarralynda.blogspot.com/2011/10/mensagem-de-ptaah.html

6 de novembro de 2011


144.000 AVATARES PORTAIS DIMENSIONAIS





144.000 AVATARES PORTAIS DIMENSIONAISTem se falado muito nos meios esotéricos e religiosos sobre a abertura de Portais, que se repetem desde os anos 90, em níveis de consciência. São portais que se abrem nas dimensões da consciência humana, tornando acessível um novo nível de compreensão às pessoas e permitindo-lhes compartilhar conhecimentos adquiridos.

Esses conhecimentos são integrados ao que muitos chamam de inconsciente coletivo, mundo das idéias ou, ainda, Cosmonet.

Assim, cada vez que temos a abertura de um portal, vamos acrescentando conhecimentos, potencializando a capacidade da nossa mente, tornando-a mais criativa e mais próxima do que está em níveis superiores da compreensão humana.

Todos nós evoluímos com isso. Foi a abertura desses portais que tornou possível, por exemplo, a criação da internet. Ela nada mais é do que uma versão do que é a cosmonet, ou inconsciente coletivo. Quando um determinado número de pessoas alcança uma compreensão e esta é elevada ao nível do inconsciente coletivo, torna possível à toda a humanidade o seu acesso.

Pesquisas dão conta de que, com macacos, é necessário 100 indivíduos compartilharem a mesma compreensão para ela que se torne disponível à toda a espécie. Veja o experimento científico em "centésimo macaco".

Na espécie humana, é necessário 144.000 pessoas compartilharem a mesma idéia para que esta se grave no inconsciente coletivo ou cosmonet, deflagrando a abertura de um portal cujo acesso torna-se disponível a todos, como na internet. Quanto mais pessoas temos conectadas, mais rápido a informação se torna disponível.

A humanidade ainda não atingiu a compreensão de seu próprio poder e do funcionamento da mente individual e coletiva. Assim, diante da incredulidade de nosso próprio poder e capacidade, prestamo-nos a projetar em poderes advindos de forças externas, acreditando que essas aberturas vêm de fora para dentro.

Acontece que estes fantásticos portais são abertos de dentro para fora e disponibilizados a quem dentro desse caminho está. Representam uma evolução ou um salto cósmico para toda a humanidade, fazendo com que se torne possível imediatamente a compreensão de todos dos mistérios "ocultos".

Como podemos perceber a partir dos noticiários da TV, nada mais fica oculto. Isso se deve aos avanços dimensionais alcançados pela humanidade.
No atual nível vibratório, estamos muito próximos já de atingirmos a unidade de nossas mentes e nos tornarmos de fato o que já somos: Huma/unidade.

No nível da unidade, todos os talentos, todos os mistérios e todo o conhecimento são compartilhados igualmente entre todos. No entanto, os que estiverem em estados mais receptivos, retirando de suas mentes preocupações com o dia a dia, tornar-se-ão mais perceptíveis às ondas advindas destas energias mentais coletivas, assim como televisores sintonizados na mesma frequência de uma emissora.

Até 2012, ano em que culmina o processo de transformação da Terra, serão muitos os portais que se abrirão e muitas as oportunidades de compartilhar da nova realidade que se desenha para os seres humanos do planeta.Que todos os que desejam participar dela possam estar conectados com os canais e veículos a serviço da Luz, tornando-se também os construtores de uma Nova Era.

http://silviarego.blogspot.

por Neusa Rocha

extraido do blog consciencia adamantina

5 de novembro de 2011


zen PERFEITO







"Para uma planta ou uma pedra, ser natural não é problema. Mas, para nós, há algum problema; de fato, um grande problema. Ser natural é algo pelo qual temos que trabalhar. Quando o que você faz emerge do nada, você experimenta um sentimento inteiramente novo. Por exemplo: naturalidade é comer quando se está com fome. Você se sente natural ao fazê-lo. Mas, quando se tem expectativas demais, comer algo não é natural. Você não tem um sentimento novo. Você não o aprecia.
A verdadeira prática do Zazen é sentar-se tal como se toma água quando se tem sede. Aí está a naturalidade. É muito natural dormir a sesta quando se tem sono. Mas dormir a sesta por preguiça, como se isso fosse um privilégio do ser humano, não é natural. Você pensa: "Todos os meus amigos estão dormindo a sesta; por que não eu? Se ninguém mais está trabalhando, por que vou dar duro? Se eles têm muito dinheiro, por que não eu?" Isto não é naturalidade. Sua mente está enredada com alguma outra idéia, ou com a idéia de outrem, e você não é independente, não é você mesmo, não é natural. Embora esteja sentado na posição de lótus, se seu zazen não é natural, a prática não é verdadeira. Você não tem de se esforçar para beber água quando está com sede: você fica contente ao bebê-la. Se você experimenta uma genuína alegria no seu zazen, seu zazen é verdadeiro. Mas, ainda que você tenha que se forçar para praticar Zazen, quando sente algo bom em sua prática, isso é Zazen. Na verdade, não se trata de forçar ou não alguma coisa em você. Mesmo que tenha dificuldade, se seu desejo é realmente sincero, isso é naturalidade.
Esta naturalidade é muito difícil de explicar. Mas, se em sua prática você é capaz de apenas sentar e experimentar a realidade do nada, não há necessidade de explicações. Qualquer coisa que você faça, se emerge do nada, é natural e essa é a verdadeira atividade. Nela você encontra a genuína alegria da prática, a verdadeira alegria de viver. Cada um de nós vem do nada, a cada momento. Instante após instante temos verdadeira alegria de viver. Por isso dizemos: Shin ku myo u, "da verdadeira vacuidade emerge o ser maravilhoso". Shin é "verdadeiro"; ku, "vacuidade"; myo "maravilhoso"; u, "ser": da verdadeira vacuidade, o ser maravilhoso.
Sem o nada, não há naturalidade - nenhum ser verdadeiro. O verdadeiro ser emerge do nada a cada momento. O nada sempre está lá e dele emerge tudo. Mas, geralmente, você se esquece por completo do nada e se comporta como se possuísse algo. O que você faz está fundado em alguma idéia de posse, ou em alguma idéia determinada, e isso não é natural. Por exemplo, ao ouvir uma palestra, você não deve ter nenhuma idéia em mente. Não deve ter idéias próprias quando ouve uma pessoa. Esqueça o que tem em mente e apenas escute o que ela está dizendo. Não ter nada em sua mente é naturalidade. Desse modo, você compreende o que está sendo dito. Porém, se tem alguma idéia para comparar com o que está sendo dito, você não ouvirá tudo; sua compreensão será parcial; isso não é naturalidade. Ao fazer algo, você deve estar completamente empenhado em sua tarefa. Tem de entregar-se completamente a ela. Assim, você não possui nada. Concluindo, se não há verdadeira vacuidade em sua atividade, ela não é natural.
A maioria das pessoas insiste em certas idéias. Ultimamente, a nova geração vem falando de amor. Amor! Amor! Amor! Suas mentes estão cheias de amor! E ao estudarem Zen, se o que digo discorda da idéia que fazem do amor, não o aceitam. Eles são bastante teimosos, vocês sabem. Claro que nem todos, mas alguns são muito inflexíveis.
Isso não é naturalidade de modo algum. Embora falem de amor, liberdade ou naturalidade, eles não compreendem essas coisas. E, consequentemente, não podem compreender o que, nesse sentido, é o Zen. Se você quer estudar Zen, esqueça toda e qualquer idéia preconcebida; apenas pratique Zazen e veja que tipo de experiência você tem em sua prática. Isso é naturalidade.
Esta atitude é necessária em qualquer coisa que você faça. Algumas vezes dizemos:nyu nan shin, "mente suave ou flexível". Nyu é "sentimento suave"; nan, "algo não rígido"; shin é "mente". Nyu nan shin significa, pois, uma mente suave, natural.Quando você tem essa mente, tem alegria de viver. Quando você a perde, perde tudo. Você nada tem. Embora pense que tem algo, nada possui. Mas, quando o que faz emerge do nada, então você tem tudo. Eis o que entendemos por naturalidade.
"Quando você estuda budismo, deve fazer uma 'faxina geral na casa' de sua mente."
Se você quer compreender o budismo, é necessário que deixe de lado todas as idéias preconcebidas. Para começar, abandone toda idéia de substancialidade ou de existência. A noção comum da vida está firmemente enraizada na idéia de existência. Para a maioria das pessoas, todas as coisas existem; pensam que tudo que vêem e ouvem existe. É claro, o pássaro que vemos e ouvimos existe. Ele existe, mas o que eu quero dizer com isto pode não ser exatamente o que você quer dizer. A compreensão budista da vida inclui tanto a existência como a não-existência. O pássaro existe e não existe ao mesmo tempo. Dizemos que uma visão da vida fundada somente na existência é herética. Se você toma as coisas muito a sério, como se existissem substancial e permanentemente, você é considerado um herético. Talvez a maior parte das pessoas seja herética.
Dizemos que a verdadeira existência emerge da vacuidade e retorna à vacuidade. O que emerge do vazio é verdadeira existência. Devemos atravessar o portal do vazio. Tal idéia de existência é muito difícil de explicar. Hoje em dia, muitas pessoas já começaram a sentir, ao menos intelectualmente, o vazio do mundo moderno ou a contradição interna da sua cultura. No passado, por exemplo, o povo japonês tinha uma firme confiança na existência permanente de sua cultura e no seu tradicional modo de viver, mas desde que perdeu a guerra tornou-se muito cético. Muitos acham horrível essa atitude cética, mas na verdade é melhor do que a velha atitude.
Enquanto tivermos alguma idéia definida ou alguma esperança acerca do futuro, não podemos levar realmente em consideração o momento que existe agora mesmo. Você pode dizer: "Posso fazer isto amanhã ou no próximo ano", acreditando que o que existe hoje existirá amanhã. Ainda que não esteja se esforçando muito, você espera que algo promissor aconteça, desde que siga determinada trajetória. Mas, não há trajetória que exista permanentemente. Não há uma trajetória estabelecida para nós. A cada novo momento, temos de encontrar nossa própria trajetória. Qualquer idéia de perfeição, ou de trajetória perfeita estabelecida por outrem, não é o verdadeiro caminho para nós.
Cada um de nós deve fazer seu próprio caminho e, quando o fazemos, esse caminho expressa o caminho universal. Eis o mistério. Quando você compreende uma coisa em profundidade, compreende tudo. Mas quando você tenta entender tudo, não entende nada. O melhor é compreender a si mesmo; então você compreenderá tudo. Assim, ao se empenhar em realizar seu próprio caminho, você ajudará outros e será ajudado por outros. Antes de construir seu próprio caminho, você não pode ajudar ninguém e ninguém pode ajudá-lo. Para sermos independentes nesse sentido verdadeiro, temos que deixar de lado tudo o que temos em mente e descobrir algo novo e distinto, momento após momento. É assim que se deve viver neste mundo.
Por isto dizemos que a verdadeira compreensão emerge do vazio. Quando você estuda budismo, você deve fazer uma "faxina geral na casa" de sua mente. Deve retirar todas as coisas de seu quarto e limpá-lo completamente. Se forem necessárias, recoloque- as no lugar. Você pode querer muitas coisas; nesse caso, traga-as uma a uma de volta. Mas, se não forem necessárias, não há por que guardá-las.
Quando vemos um pássaro voando, às vezes enxergamos sua trajetória. Na realidade, não podemos ver a trajetória de um pássaro voando, mas algumas vezes sentimos como se pudéssemos. Isso também é bom. Se necessárias, você deve trazer de volta as coisas que tirou do seu quarto. Mas, antes de acrescentar alguma outra coisa, precisa tirar algo; caso contrário, o quarto ficará entulhado de trastes velhos e inúteis.
Dizemos: "Passo a passo faço cessar o som do riacho murmurante". Ao caminhar ao longo de um riacho, você ouve a água correndo. O som é contínuo, mas você deve ser capaz de fazê-lo cessar, caso o deseje. Isso é liberdade; isso é renúncia. Você tem vários pensamentos na mente, um após outro, mas, se quiser parar seu pensamento, você pode. Assim, quando for capaz de deter o som do riacho murmurante, você apreciará a sensação do próprio esforço. Mas, enquanto tiver idéias fixas, ou estiver preso a alguma forma habitual de fazer as coisas, você não pode apreciar as coisas em seu verdadeiro sentido.
Se você procura liberdade, não pode encontrá-la. A própria liberdade absoluta é necessária para se obter absoluta liberdade. Esta é a nossa prática. Nosso caminho não é ir sempre na mesma direção. Algumas vezes, vamos para o leste, outras para o oeste. Avançar uma milha para o oeste significa retroceder uma milha do leste. Em geral, andar uma milha para o leste é o oposto de andar uma milha para o oeste. Mas, se é possível andar uma milha para o leste, significa que é possível andar uma milha para o oeste. Isso é liberdade. Sem essa liberdade, você não pode se concentrar no que faz. Você pode acreditar que está concentrado em alguma coisa, mas, até que não obtenha tal liberdade, não estará inteiramente à vontade naquilo que faz. É por você estar preso a alguma idéia de ir para o leste ou oeste que sua atividade está em dicotomia ou dualidade. Enquanto estiver sujeito à dualidade, você não pode atingir nem a liberdade absoluta nem se concentrar.
Concentração não é se esforçar para observar algo. No Zazen, se você procura olhar para um ponto ficará cansado em cinco minutos. Isso não é concentração. Concentração significa liberdade. Portanto, seu esforço deveria ser dirigido ao nada. Você deve se concentrar no nada. Na prática do Zazen, dizemos que sua mente tem de estar concentrada na sua respiração, mas a maneira de manter sua mente na respiração é esquecer tudo a respeito de você mesmo e apenas sentar-se, percebendo sua respiração. Concentrando-se na respiração, você esquecerá a si próprio, e esquecendo-se de si mesmo, se concentrará na respiração. Não sei o que vem primeiro. Na verdade, não há necessidade de se esforçar muito para se concentrar na respiração. Simplesmente, faça o que lhe for possível. Se continuar essa prática, você experimentará a verdadeira existência que emerge da vacuidade."

Shunriu Suzuki - Mente Zen, Mente de Principiante

extraido do instituto consciência adamantina



MULHER PERFUME




-- Com efeito, todos os fenómenos psíquicos têm a sua correspondência no mundo físico: um perfume é a expressão física de uma virtude, um odor nauseabundo é a expressão física de um vício.

E o facto de, presentemente, as mulheres sentirem uma necessidade tão grande de se perfumar corresponde a uma memória desse dom de exalar perfumes naturalmente que elas possuíam quando viviam no Paraíso. Mas perfumar-se não é o melhor método.

Perfumar-se e maquilhar-se não é repreensível, mas, se as mulheres aprendessem a desenvolver certas qualidades e virtudes, já não necessitariam de artifícios: teriam de novo o seu verdadeiro perfume, recuperariam a sua beleza original."


Omraam Mikhaël Aïvanhov: www.prosveta.com.

4 de novembro de 2011


ZEN, SEXO E TANTRA - OSHO


OshoZen não possui nenhum sistema de crenças sobre coisa alguma, e isso também inclui o sexo - Zen não diz nada sobre isso.

E isso deve ser definitivo. O Tantra tem uma atitude sobre o sexo. A razão? - o Tantra tenta reparar o que a sociedade fez. Tantra é medicinal. A sociedade reprimiu o sexo, Tantra chega como um remédio para ajudá-lo a recuperar o equilíbrio. Vocês inclinaram-se demasiado para a esquerda; o Tantra chega e auxilia-vos a inclinarem-se para a direita. E para recuperar o equilíbrio, às vezes vocês têm que tender demais para a direita, só assim o equilíbrio é restaurado. Vocês nunca viram um equilibrista na corda? Aquele que anda sobre a corda esticada? Ele leva uma vara nas mãos para manter o equilíbrio. Se ele sente que está demasiado inclinado para a esquerda, imediatamente se começa a inclinar para a direita. Então, novamente, ele sente que se inclinou demais para a direita e começa-se a inclinar para a esquerda. É assim que ele mantém-se no meio.

Tantra é um remédio.
A sociedade criou uma mente repressiva, uma mente negativa da vida, uma mente anti-alegria. A sociedade é muito contra o sexo. Porque a sociedade é tão contra o sexo? - porque se permite que as pessoas tenham prazer sexual, não pode transformá-las em escravos. Isso é impossível - uma pessoa feliz não pode ser escravizada. Esse é o truque. Só as pessoas tristes podem ser escravizadas. Uma pessoa feliz é uma pessoa livre; ela possui uma espécie de independência.

Você não pode recrutar pessoas felizes para a guerra. Impossível. Porque iriam para a guerra? Mas se uma pessoa reprimiu a sua sexualidade, está pronta para ir para a guerra, está ansiosa para ir para a guerra, porque não tem sido capaz de desfrutar da vida. Ela tornou-se incapaz de desfrutar, como resultado ficou sem nenhuma criatividade. Agora só pode fazer uma coisa - pode destruir. Toda a sua energia se tornou destrutiva e venenosa. Ela está pronta para ir para a guerra - não somente preparada, mas anseosa por isso. Ela quer matar, ela quer destruir.

De fato, destruindo seres humanos, essa pessoa terá uma satisfação substituta de penetrar. Essa penetração poderia ter sido no amor e teria sido bela. Quando penetra no corpo de uma mulher no amor, é uma coisa. Isso é espiritual. Porém, quando as coisas dão errado e penetra no corpo de alguém com uma espada, com uma lança, isso é feio, é violento, é destrutivo. Mas está à procura de um substituto para a penetração.

Se for permitida liberdade total, na sociedade, quanto à alegria, ninguém será destrutivo.

As pessoas que podem amar lindamente nunca são destrutivas. E as pessoas que podem amar lindamente e possuem a alegria de viver também não serão competitivas. Estes são os problemas.

Eis porque os povos primitivos não são tão competitivos. Eles desfrutam as suas vidas. Quem se importa em ter uma casa maior? Quem se importa em ter um saldo bancário maior? Para quê? Você está feliz com sua a mulher e com o seu marido dança pela vida. Quem quer ficar sentado no mercado de trabalho por horas a fio, todos os dias, todos os anos, à espera que no final tenha um grande saldo no banco e então reformar-se e desfrutar? Esse dia nunca chega. Não pode chegar, porque por toda a vida você permanece um asceta.

Lembrem-se, os homens de negócios são pessoas ascéticas, pois devotaram tudo ao dinheiro.
Mas um homem que sabe amar e que conheceu a emoção do amor e do êxtase, não será competitivo.

Ele será feliz se puder conseguir seu pão de cada dia. Esse é o significado da oração de Jesus: "Daí nosso pão de cada dia". Isso é mais que suficiente. Agora Jesus parece bobo. Ele devia ter pedido, "Dai-nos um maior saldo bancário". Ele só pede pelo pão de cada dia? Um homem feliz nunca pede mais que isso. A alegria é tão realizadora.
Somente os seres insatisfeitos são competitivos, porque eles pensam que a vida não está aqui, ela está lá. "Eu tenho que alcançar Delhi e me tornar presidente", ou ir para a Casa Branca e me tornar isso ou aquilo. "Eu tenho que ir lá, a alegria está lá" - porque eles sabem que aqui não há nenhuma alegria. Assim eles estão sempre indo, indo, indo. Eles estão sempre no ir, e eles nunca alcançam. E o homem que conhece a alegria, está aqui. Porque ele deveria ir para Delhi? Para que? Ele está completamente feliz aqui-agora. Suas necessidades são tão pequenas. Ele não possui desejos. Ele tem suas necessidades, certamente, mas nenhum desejo. Necessidades podem ser realizadas, desejos nunca. Necessidades são naturais, desejos são pervertidos.
Agora toda essa sociedade depende de uma coisa e essa é a repressão sexual. Do contrário a economia será destruída, sabotada. A guerra irá desaparecer e com ela todo o material bélico, e a política ficará sem sentido e o político não será mais importante. O dinheiro não terá valor, se for permitido a pessoa amar. Devido a que eles não são permitidos amar, dinheiro se torna o substituto, dinheiro se torna seu amor. Assim existe uma estratégia sutil. Sexo precisa ser reprimido, senão toda essa estrutura da sociedade cairá imediatamente.

Só o amor liberado no mundo trará revolução. Comunismo fracassou, fascismo fracassou, capitalismo fracassou. Todos os 'ismos' fracassaram porque bem lá no fundo eles são repressão sexual. Nesse ponto não há nenhuma diferença. Todos eles concordam sobre uma coisa - que o sexo precisa ser controlado, que não deve ser permitido as pessoas terem uma alegria inocente no sexo.

Para recuperar o equilíbrio chega o Tantra; Tantra é o remédio. Por isso o Tantra enfatiza tanto o sexo. As assim chamadas religiões dizem que sexo é pecado e o Tantra diz que sexo é o único fenômeno sagrado. Tantra é o remédio. Zen não é um remédio. Zen é o estado quando a doença desaparece; e, é claro, com a doença, também o remédio. Uma vez que você fica curado de sua doença você não precisa continuar carregando a receita médica, o frasco e o remédio com você. Você joga tudo fora. Vai tudo para a lixeira.

A sociedade ordinária é contra o sexo; Tantra chega para ajudar a humanidade, para dar o sexo de volta a humanidade. E quando o sexo for devolvido, então surge o Zen. O Zen não tem nenhuma atitude.

Zen é saúde pura.

por Osho,


Extraído de: The Diamond Sutra, #2
http://www.universodeluz.net/modules.php?
Enviado por Regina Maria B. dos Santos